Buscar
  • Perfurarte

Como recuperar um poço artesiano

Atualizado: Mar 2

Poços artesianos antigos ou com problema podem ser recuperados após um diagnóstico preciso. Conheça os problemas mais comuns e saiba como recuperar um poço artesiano que apresenta alguma dessas falhas


Caminhões de perfuração e manutenção de poços artesianos

Ao longo do tempo, poços artesianos podem apresentar problemas, especialmente poços antigos, abandonados ou sem manutenção.


Antes de parar completamente, o poço costuma dar alguns sinais de que as coisas não vão bem. É importante ficar atento a esses sinais, pois eles podem facilitar a recuperação de um poço artesiano.


Mesmo que você note algo de errado com o seu poço, no entanto, o ideal é contratar uma empresa especializada para fazer um diagnóstico preciso do problema, ou para determinar se vale a pena recuperá-lo.


Sinais comuns de problemas em poços artesianos


Fique de olho se:


· A qualidade da água do poço artesiano alterar muito. Isso pode significar alguma mudança de cor, tom, cheiro ou presença de sujeira e outras partículas, por exemplo.

· A quantidade de água do poço artesiano diminuir demais. Essa queda de vazão pode ser lenta ou repentina.


Principais causas de problemas em poços artesianos


Algumas situações que podem comprometer um poço artesiano são:


· Falha no conjunto de bombeamento. A queda de vazão, por exemplo, costuma ocorrer por falta de manutenção preventiva do conjunto de bombeamento. Mesmo que a bomba não pare de funcionar, se o poço não for limpo com regularidade, incrustações podem impedir a passagem da água, ou danificar o conjunto.

· Queda de materiais dentro do poço. Existem casos em que a bomba ou outros materiais caem no poço, como parte do revestimento ou da tubulação. Isso pode causar inúmeros problemas.

· Bombeamento de partículas sólidas. Isso pode significar algum problema no revestimento ou no filtro. Também pode acontecer quando há presença em excesso de ferro, cálcio ou areia no poço ou quando a tubulação ou o revestimento são rompidos.

· Desmoronamento. A parede do poço, de rocha ou sedimento, pode desmoronar e obstruir a passagem de água ou danificar o conjunto de bombeamento.


Como recuperar um poço artesiano?


Primeiro de tudo, é preciso realizar um diagnóstico exato do problema. Em alguns casos, o técnico pode identificar a questão durante uma visita. Em outros, uma perfilagem óptica (filmagem interna do poço) pode ser necessária.


Dependendo da extensão do dano, o técnico pode então sugerir ações para recuperar o poço, tais como:


· Resgatar (“pescar”) peças caídas;

· Adicionar revestimento;

· Desobstruir a tubulação;

· Limpar o filtro;

· Instalar pré-filtros;

· Encamisar o poço;

· Tratar quimicamente a água;

· Trocar o conjunto de bombeamento;

· Aumentar a profundidade do poço;

· Recuperar o diâmetro do poço;

· Mudar o regime de funcionamento do poço.


Algumas falhas podem ser corrigidas com a troca de peças ou com uma limpeza, enquanto outras podem exigir que o proprietário altere o regime de funcionamento do poço artesiano, deixando-o ligado por menos tempo ou realizando manutenções preventivas em intervalos menores, por exemplo.


A manutenção preventiva é essencial para evitar problemas graves. Ela deve ser realizada a cada um ou dois anos, no caso de poços artesianos novos, e com mais frequência no caso de poços artesianos mais antigos.


Quanto tempo dura um poço artesiano?


A vida útil de cada poço artesiano depende de fatores como a sua estrutura e a frequência de manutenção.


A variação de materiais para a construção de poços artesianos é grande, de forma que eles podem durar de 10 anos a mais de 100 anos. Saiba mais sobre o assunto aqui.


Ainda tem dúvidas? Fale conosco e te atenderemos com muito prazer!
1,685 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
WhatsApp