Buscar
  • Perfurarte

Poços artesianos podem secar ou diminuir de vazão? Entenda

Atualizado: há um dia

Em tese, um poço artesiano pode secar ou diminuir de vazão por inúmeros fatores. No entanto, se bem cuidado, é muito difícil isso acontecer. Conheça alguns desses fatores, e o que você pode fazer para diminuir seus riscos




Um poço artesiano, quando construído com segurança e qualidade, têm o potencial de durar por muito tempo.


Mas, como tantos outros bens duráveis, como nossas casas, exige limpeza e manutenção.


Em tese, um poço artesiano pode secar ou diminuir de vazão por inúmeros fatores. No entanto, se bem cuidado, é muito difícil isso acontecer.


Conheça alguns desses fatores, e o que você pode fazer para diminuir seus riscos:


Água de poço artesiano pode acabar?


A reserva de água dependerá do tipo de poço que você tem.


Poço caipira ou simples


O poço caipira, também conhecido como poço simples, cacimba ou cisterna, é construído manualmente e possui profundidade rasa, geralmente de até 20 metros.


O poço simples capta água do lençol freático próxima à superfície, ou seja, próxima ao solo. A presença de água ou umidade nessa camada, por vezes chamada de “água de chuva”, é sujeita a condições climáticas e à contaminação do solo.


Por isso, em tempos de seca, a vazão de tais poços diminui drasticamente – e, sim, ele pode secar completamente.


Nestes casos, não há o que fazer – a não ser esperar até que a reserva de água aumente novamente.


Poço semi artesiano ou artesiano


Já poços semi artesianos e artesianos, também conhecidos como poços tubulares profundos, são perfurados por uma máquina especializada e captam água de uma profundidade maior, geralmente de 60 metros ou mais.


Este tipo de poço corre menos risco de secar. Um poço artesiano de 100 metros, por exemplo, capta água de um aquífero, ou seja, de uma formação rochosa que funciona como um grande armazenamento de água subterrânea.


Teoricamente, esse é um reservatório de água que poderia durar para sempre – desde que não haja superexploração.


Legalização = segurança e qualidade


É por esse motivo que é essencial contratar uma empresa de perfuração séria que irá construir um poço artesiano 100% legalizado.


A empresa precisa pedir uma licença de perfuração antes de iniciar a obra, assinada por um profissional habilitado que fez todos os estudos técnicos necessários, e os órgãos que emitem essas autorizações levam em consideração o potencial hídrico da região antes de liberar a construção.


Esse processo aumenta a segurança da obra e controla o risco de sobrecarga. Isso porque, salvo alguma alteração geológica, poços profundos que captam água de aquíferos só secam se há uso maior do que o potencial de recarga.


Em resumo, um poço profundo autorizado pelos órgãos competentes e bem construído pode durar muitos e muitos anos sem secar. Por exemplo, dos 74 poços feitos pela empresa Perfurarte em 2019, nenhum secou ou diminuiu de vazão até hoje.


Poço artesiano saindo pouca água - o que pode ser?


Antes de secar completamente, um poço artesiano costumar dar alguns sinais de que algo não vai muito bem, como partículas na água ou coloração mais escura, por exemplo. Também pode ser que esteja saindo pouca água.


Alguns problemas comuns que podem diminuir a vazão de água do seu poço são:


Incrustação


Se o seu poço tem filtro, ele pode ficar obstruído por partículas de areia, cálcio, ferro e outras. Isso impede a passagem de água e prejudica a vazão.

Para resolver, é simples: você precisa limpar o filtro.


A limpeza de poços artesianos deve ser feita a cada um ou dois anos, no máximo. E, é claro, precisa ser feita por uma equipe responsável.


Danos ao revestimento


Poços artesianos costumam ter revestimento, e este pode se danificar, o que permite a passagem de partículas e materiais sólidos para a água.


É difícil saber se esse é o seu problema; geralmente, uma equipe de manutenção precisa realizar uma filmagem interna do poço, localizar o problema e consertá-lo.


Bomba


O conjunto de bombeamento de um poço artesiano também pode dar problema; pode entupir ou desgastar, por exemplo.


Aqui, é o mesmo caso do revestimento: é preciso identificar o problema e consertá-lo.


Falta de manutenção


Os três problemas citados acima são os mais comuns, e geralmente causados por falta de manutenção.


A manutenção preventiva pode evitar que o seu poço diminua de vazão ou pare de funcionar de repente. A melhor opção é realizar uma limpeza e manutenção preventiva a cada um a dois anos.


Clandestinidade


Infelizmente, poços artesianos clandestinos são um fator a ser levado em conta.


Enquanto poços legais funcionam dentro dos padrões de segurança, poços clandestinos feitos sem autorização nas proximidades podem competir pela reserva de água, sobrecarregar a região e diminuir a vazão de seu poço.


É possível denunciar este tipo de ilegalidade, prejudicial ao meio ambiente.


Alterações climáticas


Esse fator é importante, mas seus efeitos a longo prazo não são exatamente conhecidos.


Toda mudança no clima tem o potencial de afetar as reservas subterrâneas de água. Por exemplo, um regime de chuva abaixo do normal por vários anos seguidos provavelmente terá consequências para essas reservas.


As mudanças climáticas globais, como a tendência de aumento da temperatura global, são outra questão com potenciais consequências ainda muito difíceis de mensurar.


É fácil recuperar um poço?


Se o poço secou por falta de água nas reservas subterrâneas, não tem jeito – é preciso esperar a reserva se recuperar ou construir outro poço em uma nova localidade.


Existem muitos outros problemas solucionáveis, no entanto. Alguns deles você poderá dar conta sozinho.


Para outros, mais difíceis de identificar, avaliações hidrogeológicas, testes de vazão e filmagens internas podem ser necessários.


As soluções podem envolver diferentes ações, como:


  • desobstruir o poço (seja limpando o filtro ou resgatando peças quebradas ou caídas);

  • tratar quimicamente a água;

  • adicionar revestimento;

  • alterar o regime de funcionamento do poço;

  • aumentar a profundidade do poço etc.


Outorga de uso da água


É importante observar que, para utilizar a água de um poço artesiano, é preciso obter uma outorga.


Nos estados de Minas Gerais e São Paulo, essa outorga precisa ser renovada a cada 5 anos, o que ajuda o governo a controlar o nível da reserva de água subterrânea, algo do interesse de todos.


A renovação requer novos testes de vazão e análise da água, e é importante para que você acompanhe a situação do seu poço e não tenha surpresas.


Quer saber mais sobre poços artesianos? Entre em contato conosco!
1,638 visualizações

Endereços

Sede Pouso Alegre: Rua Cel. Brito Filho, 1930/15B. Fátima I. Pouso Alegre/MG

(35) 99722-4138

São Paulo/SP: Avenida Juscelino Kubitschek, 1455. 4º andar. Vila Olímpia

(11) 96369-2837

Telefones:

0800-591-1812

E-mail

contato@perfurarte.com.br

Perfurarte • 2020