WhatsApp
Buscar
  • Perfurarte

Tamponamento de poço artesiano: o que é e como fazer

O tamponamento de poço artesiano é o procedimento realizado quando um poço é desativado ou abandonado. É uma atividade que precisa ser feita com segurança obedecendo a legislação de cada estado



Uma vez que um poço artesiano para de funcionar, é preciso desativá-lo com muito cuidado.

Esse processo de desativação é chamado de tamponamento de poço artesiano.


O fechamento do poço pode tanto ser temporário quanto definitivo. De qualquer maneira, o procedimento precisa ser feito por segurança para evitar a poluição física, química ou biológica da água, o que poderia levar à contaminação do solo também.


Quando devo fazer o tamponamento?


O tamponamento temporário é comum quando o poço não será utilizado por muito tempo. Por exemplo, se a residência onde ele fica for desocupada, ou se a indústria alimentada por sua água encerrar as atividades.


Já o tamponamento definitivo é necessário quando um poço deixa de funcionar corretamente ou completamente, por exemplo, por baixa produção de água ou contaminação.


Como o tamponamento é feito?


No caso do tamponamento temporário, o procedimento é relativamente simples: todo o conjunto de bombeamento, tubulação e acessórios (como cabos, cavalete e hidrômetro) são retirados do poço, e sua boca é lacrada e soldada para evitar problemas ambientais.


Já o tamponamento definitivo, por uma questão de preservação ambiental, deve seguir uma série de procedimentos padronizados.


Legislação para o tamponamento definitivo de um poço artesiano


Da mesma forma que a licença ambiental para construir um poço artesiano, sua desativação é uma atividade que impacta o meio ambiente.


Por conta disto, obedece a uma legislação específica e deve ser supervisionada por um responsável técnico, como um geólogo ou engenheiro de minas.

Depois da retirada dos equipamentos e quaisquer materiais que possam obstruir o poço, o próximo passo é sua desinfecção, seguido do preenchimento completo com brita ou outro material, conforme a lei de cada estado.


As últimas etapas são a aplicação de concreto nos últimos 20 metros superficiais e o posicionamento de uma caixa de aço para tampar bem a entrada do poço. Em alguns casos, é necessária a instalação de uma tubulação plástica para reposição de cloro, para desinfecções futuras.


Todo o processo deve ser documentado com fotografias e leva apenas algumas horas, dependendo da profundidade do poço.


Tem mais dúvidas? Fale conosco! Será um prazer atendê-lo.

471 visualizações0 comentário

Endereços

Sede Pouso Alegre: Rua Cel. Brito Filho, 1930/15B. Fátima I. Pouso Alegre/MG

(35) 99722-4138

São Paulo/SP: Avenida Juscelino Kubitschek, 1455. 4º andar. Vila Olímpia

(11) 96369-2837

Telefones:

0800-591-1812

E-mail

contato@perfurarte.com.br

Perfurarte • 2020