Buscar
  • Perfurarte

Qual o passo a passo para a construção de um poço artesiano?

A construção de um poço artesiano é uma atividade especializada que precisa seguir várias normas de segurança e qualidade. Conheça o passo a passo para fazer um poço artesiano


Está pensando em ter um poço artesiano em sua casa, sítio, condomínio ou empresa?


Ter um poço artesiano é sem dúvida uma solução muito vantajosa. Mas você sabe o que é preciso para perfurar um?


Abaixo, conheça o passo a passo para a construção de um poço artesiano, incluindo as etapas de legislação, perfuração e instalação do conjunto de bombeamento:


1º passo: Peça um orçamento a empresas confiáveis


A construção de um poço artesiano (poço tubular profundo) é considerada uma obra de engenharia, logo, a empresa de perfuração precisa ter registro no CREA e possuir um geólogo ou engenheiro de minas que irá realizar um projeto adequado à necessidade do cliente.


Verifique se a empresa está dentro das normas antes de pedir um orçamento. Se for possível, visite também sua sede para entender quão bem cuidados estão os equipamentos etc.


2º passo: Projeto


Para te oferecer um orçamento adequado à sua necessidade, um técnico da empresa de perfuração deve realizar uma visita ao local onde o poço será construído. Dependendo da geologia do terreno, da hidrogeologia da região e da vazão de água esperada, o técnico pode criar o projeto de perfuração ideal para o cliente.


Aqui, vale destacar duas coisas importantes: primeiro, o terreno onde o local será perfurado precisa ter espaço suficiente para a entrada de dois caminhões, que carregam o maquinário necessário para a construção do poço.


Em segundo lugar, o projeto inicial de perfuração pode ser alterado conforme o decorrer da obra. Pode ser necessário aprofundar o poço, por exemplo, o que acarretará um custo maior. Possíveis vantagens e riscos são sempre esclarecidos ao cliente.


O prazo para a realização do projeto e envio do orçamento é de até 3 dias.


3º passo: Licença ambiental ou autorização de perfuração


A obra só deve começar uma vez que a empresa tiver obtido a licença ambiental de perfuração junto ao órgão estadual competente. Sem essa autorização, o poço é considerado clandestino.


Em São Paulo e Minas Gerais, esse processo pode demorar de 2 a 3 meses.


4º passo: Perfuração


A etapa de perfuração de um poço artesiano pode levar de 2 a 20 dias. O período total vai depender das características hidrogeológicas do terreno (se a perfuração é em formação rochosa ou sedimentar, por exemplo), da profundidade do poço e das condições climáticas.


Na região do sul de Minas Gerais, por exemplo, a perfuração é feita normalmente em formação rochosa, tem uma profundidade de 100 a 150 metros e leva apenas de 2 a 3 dias.


5º passo: Revestimento (e filtros, se necessário)


Os primeiros metros de um poço artesiano devem ser sempre revestidos, para evitar possíveis contaminações a partir de uma camada mais superficial do solo. Isso acontece em poços de formação rochosa, por exemplo.


Caso o poço seja de formação sedimentar, no entanto, precisa ser totalmente revestido, por conta do risco de desmoronamento. Esse tipo de poço também exige a instalação de filtros, para evitar que a água captada venha com sedimentos.


6º passo: Isolamento sanitário


Essa é uma etapa muito importante: a cimentação do espaço entre as paredes do poço e o revestimento e a colocação de uma laje de proteção, para fins de isolamento sanitário do poço.


As etapas de revestimento e isolamento sanitário são realizadas em conjunto com a etapa de perfuração, dentro do mesmo prazo.


7º passo: Teste de vazão e análise de água


Uma vez perfurado, o cliente deve realizar um teste para conhecer a vazão média do poço, o que auxiliará na escolha do conjunto de bombeamento mais adequado para ele. Esse teste dura 24 horas.


Também é preciso coletar uma amostra da água para verificar se ela é adequada para consumo humano, seguindo recomendações da Anvisa.


Essas etapas são necessárias para a obtenção da outorga, o último passo da construção de um poço.


8º passo: Dimensionamento do conjunto de bombeamento


A menos que o poço seja jorrante, ele precisa de um conjunto de bombeamento para levar a água até à superfície.


O modelo de motobomba mais utilizado em poços artesianos profundos é o submerso. As características dessa motobomba submersa podem variar conforme a profundidade do poço e a necessidade de vazão do cliente, no entanto.


Sendo assim, uma vez realizado o teste de vazão, é necessário fazer o dimensionamento do conjunto de bombeamento.


9º passo: Instalação do conjunto de bombeamento


Após o dimensionamento da motobomba e a aprovação do cliente, a instalação do conjunto – que dura um dia - será feita em até 15 dias.


10º passo: Outorga


Seu poço está construído dentro das normas, e funcionando. Ótimo! Para poder utilizar sua água, contudo, é preciso obter uma outorga, ou a dispensa dessa outorga, junto ao órgão estadual competente. Você pode fazer isso por conta própria, ou pedir a ajuda da empresa de perfuração.


Depois de enviar todos os documentos necessários, o governo pode demorar até seis meses para emiti-la.


Pronto! Agora é só aproveitar seu abastecimento de água contínuo e de qualidade.


Quanto tempo leva a construção de um poço artesiano?


Bom, a realização de todas essas 10 etapas pode demorar um pouquinho por conta dos prazos para obter a licença ambiental e a outorga, que são diferentes em cada Estado brasileiro.


No geral, enquanto a etapa de perfuração costuma durar em média apenas 3 dias, o processo todo, do projeto à outorga, costuma levar de 4 a 5 meses em Minas Gerais e São Paulo.


Tem mais dúvidas? Fale conosco ou solicite um orçamento sem compromisso!
91 visualizações

Endereços

Sede Pouso Alegre: Rua Cel. Brito Filho, 1930/15B. Fátima I. Pouso Alegre/MG

(35) 99722-4138

São Paulo/SP: Avenida Juscelino Kubitschek, 1455. 4º andar. Vila Olímpia

(11) 96369-2837

Telefones:

0800-591-1812

E-mail

contato@perfurarte.com.br

Perfurarte • 2020