top of page
  • Foto do escritorPerfurarte

Telemetria para poços artesianos: como funciona

Atualizado: 6 de dez. de 2023

A telemetria é a melhor forma de monitorar o funcionamento de seu poço artesiano 24 horas por dia, antecipando problemas e operando-o com a maior eficácia possível. Saiba mais



Ter um poço artesiano é uma excelente alternativa para um abastecimento de água sustentável, contínuo e seguro.


No entanto, é uma solução que requer controle e manutenção, principalmente se a fonte de água é usada para abastecer empresas ou indústrias.


É muito importante ficar de olho no funcionamento do poço que abastece o seu negócio, incluindo nível de água, vazão, volume, pressão e dados elétricos.


Isso porque qualquer informação diferente do normal pode indicar um problema facilmente corrigível, evitando surpresas desagradáveis - como ficar sem água de repente ou ver uma peça quebrar ou queimar.


Em outras palavras, o monitoramento 24 horas por dia garante que o poço funcione da maneira mais eficaz possível, economizando dinheiro e aumentando a segurança operacional.


O que é telemetria para poço artesiano?


A telemetria é uma tecnologia que permite a medição e a comunicação de informações de interesse sobre um equipamento a um operador.


Um sistema de telemetria totalmente automatizado permite que você monitore o seu poço artesiano 24 horas por dia, reunindo todas as informações importantes em uma plataforma que pode ser acessada por um responsável a qualquer momento.


Esse sistema pode ser acionado ou desligado sistema remotamente. Os dados podem ser transmitidos via internet, GSM ou satélite, bem como podem ser armazenados.


Com a telemetria para poço artesiano, entre outras coisas, você pode medir:


  • O nível da água;

  • O volume total e a vazão instantânea;

  • As horas trabalhadas;

  • A pressão/temperatura da rede ou equipamentos;

  • Os dados elétricos como tensão, corrente, frequência, fator de potência e consumo de energia;

  • Os dados de qualidade da água, como condutividade, pH, cloro etc.


Como funciona o monitoramento de poços artesianos?


Primeiro, diversos sensores e unidades de controle são instalados no poço, como um transmissor de nível com temperatura, um medidor de vazão, um transmissor de condutividade, pH e oxigênio dissolvido, um transmissor de pressão e um sensor de temperatura da bomba.


Esses sensores captam informações e as comunicam à uma central de monitoramento. As leituras podem ser realizadas a cada 15 minutos, 1 hora ou qualquer outro período escolhido pelo cliente.


Em seguida, a central reporta os dados para o sistema, onde eles são processados e qualquer responsável com login e senha pode visualizá-los em tempo real via web ou aplicativo. Os dados também podem ser retirados via pen drive.


É possível ainda personalizar alertas de segurança, dependendo da informação que o usuário achar mais relevante.

Por fim, você pode gerar relatórios e garantir que o poço atenda as exigências de segurança e dos órgãos ambientais, mantendo a qualidade da água e preservando o aquífero.



Benefícios da telemetria via IoT para poço artesiano


Ter um sistema de monitoramento e gestão via IoT tem inúmeras vantagens. As principais são:


  • Economia no custo do poço graças ao controle do funcionamento da bomba, do consumo de energia e outros serviços (estima-se uma redução de 15 a 40% nos gastos);

  • Economia na logística, uma vez que não é mais necessário que um profissional faça medições e checagens constantes;

  • Aumento da segurança operacional e hídrica;

  • Aumento da vida útil do poço;

  • Previsibilidade dos acontecimentos, o que permite rapidez na tomada de decisões;

  • Controle do volume outorgado pelo órgão estadual competente;

  • Otimização dos recursos;

  • Status online do poço no celular ou desktop, em tempo real.

3.386 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page