Buscar
  • Perfurarte

Energia solar: saiba como ter abastecimento próprio de energia

Saiba como funciona a energia solar, quais são suas maiores vantagens e o que você precisa fazer para ter um sistema fotovoltaico em sua casa ou empresa


Casa de fazenda com placas solares. Projeto de energia solar feito pela NeoElectric no interior de São Paulo.
Projeto de energia solar feito pela NeoElectric no interior de São Paulo.

Ter abastecimento próprio de água e energia é um sonho: além da economia na conta, você pode se tornar autossuficiente, sem ter que se preocupar com a falta desses recursos essenciais.


De um lado, o poço artesiano é um caminho interessante para a segurança hídrica; de outro, o sistema de energia solar é uma das melhores formas de gerar sua própria energia.


Ambas as tecnologias são excelentes investimentos, mas o sistema fotovoltaico tem uma vantagem adicional: não traz nenhum risco. Diferentemente do poço tubular profundo, uma obra na qual é impossível garantir a quantidade ou qualidade da água encontrada, a produção de energia solar é certa e você pode gerar 100% do que consome, se desejar.


Saiba como funciona a energia solar, por que a economia na conta é tão grande e o que você precisa fazer para ter um sistema fotovoltaico em sua casa ou empresa:


Energia solar: o que é e como funciona


A energia solar fotovoltaica é a conversão da luz solar em energia elétrica através de placas solares. Além das placas, outro componente essencial para o funcionamento do sistema é o inversor, um equipamento que adapta a corrente elétrica gerada a fim de que possa ser utilizada nos aparelhos de sua casa.


Apesar de precisar do sol para produzir energia, as placas continuam funcionando mesmo quando o dia está nublado. O ideal é que elas aproveitem ao máximo a incidência de radiação solar, ainda que indireta, motivo pelo qual são frequentemente instaladas em telhados.


Então isso quer dizer que, para ter um sistema destes em seu estabelecimento e gerar sua própria energia, tudo que você precisa é de placas solares, inversores e de uma estrutura para fixá-los no chão ou no telhado?


Não exatamente. Você também precisa optar por uma dessas modalidades de geração de energia solar: on grid (conectado à rede), off grid (isolado da rede), ou híbrido.


Diferença entre sistema on grid, off grid e híbrido


Talvez você já tenha ouvido falar que a energia solar leva a uma economia de até 95% na conta de luz. Isso acontece quando você instala um sistema on grid, que permite a geração própria sem gastos altos com infraestrutura.


Este tipo de sistema funciona para quem já possui acesso à energia elétrica através de uma concessionária, como a Enel em São Paulo ou a Cemig em Minas Gerais. A ideia desta modalidade é instalar painéis para gerar energia para consumo próprio, mas continuar conectado à rede que abastece a sua região.


Normalmente, as placas solares produzem mais energia do que você consome durante o dia. Esse excedente gerado é “injetado” na rede da concessionária, enquanto você acumula créditos equivalentes na sua conta, que podem ser utilizados em até 5 anos.


Tal sistema de compensação de créditos é chamado de “geração distribuída”, e é regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).


É essa a razão pela qual a economia na conta é tão grande – se você produzir energia suficiente para o seu consumo, a única coisa que precisa pagar é uma taxa mínima de conexão à rede, além de eventuais taxas de iluminação pública.


O sistema off grid, por outro lado, é uma opção mais adequada caso você more em um local remoto sem acesso à energia elétrica, especialmente ilhas ou propriedades rurais.


Além dos painéis solares e inversores, o sistema off grid precisa de baterias para funcionar. Essas baterias fazem o papel que a concessionária faria ao armazenar o excedente gerado para uso posterior, e são a única forma de ter energia à noite, por exemplo.


Apesar do off grid ter a vantagem da autonomia em relação à rede, as baterias encarecem bastante o sistema, tornando seu custo-benefício menos atrativo.


Por fim, o sistema híbrido é uma junção do on grid com o off grid: a conexão com a rede é mantida, com baterias de backup. Neste caso, você tem a opção tanto de injetar o excedente na distribuidora para obter créditos, quanto de armazenar sua própria energia nas baterias.


Vantagens da energia solar


A geração de energia fotovoltaica tem vários benefícios. Alguns dos principais são:

  • Grande economia na conta - o percentual pode chegar até 95%;

  • Independência em relação ao aumento das tarifas de energia – você não fica mais sujeito à inflação ou crises energéticas;

  • Baixa necessidade de manutenção – apenas uma limpeza anual das placas é necessária, feita com um pano ou vassoura sem uso de produtos químicos;

  • Excelente vida útil – as placas solares duram em média 25 anos ou mais;

  • Investimento sem riscos – o Brasil é um excelente local para a produção de energia solar e a média de retorno deste investimento é de 3 a 5 anos, com décadas de economia pela frente ainda;

  • Valorização do imóvel – ter energia solar aumenta o valor do seu imóvel ou terreno;

  • Viabilidade mesmo em lugares de difícil acesso à rede elétrica;

  • Fonte renovável e sustentável de energia, que não se esgota, não emite gases poluentes e é silenciosa.


Como ter um sistema de energia fotovoltaica em sua casa ou empresa


Ter um sistema de energia solar vale muito a pena. Para colher todos os benefícios, no entanto, é importante fazer um bom projeto, dimensionado corretamente para a demanda. Desta forma, você garante qualidade e eficiência.



Vale observar que a apresentação de um projeto com ART (anotação de responsabilidade técnica) à concessionária é uma exigência do sistema on grid. Somente com essa homologação você pode obter os créditos e começar a economizar na conta de luz.


Uma boa empresa de energia fotovoltaica geralmente realiza o processo todo– desde a projeção de um sistema com o melhor custo-benefício para suas necessidades até a instalação profissional (essencial para manter a qualidade e não perder a garantia dos equipamentos) e a homologação da documentação necessária junto à concessionária.


A dica aqui é escolher bem seus fornecedores, porque o seu relacionamento com eles pode ser longo – uma vez que a vida útil do sistema é de pelo menos 25 anos, é importante escolher profissionais sérios e capazes de lhe atender por todo este tempo.

Gostaria de projetar e instalar um sistema de energia solar em sua casa? Nós podemos te ajudar! Tire suas dúvidas ou peça um orçamento para a NeoElectric, novo braço de energia solar do nosso grupo! Será um prazer atendê-lo.

0 visualização0 comentário
WhatsApp